Perfil

Advogado - Nascido em 1949, na Ilha de SC/BR - Ateu - Adepto do Humanismo e da Ecologia - Residente em Ratones - Florianópolis/SC/BR

Mensagem aos leitores

Benvindo ao universo dos leitores do Izidoro.
Você está convidado a tecer comentários sobre as matérias postadas, os quais serão publicados automaticamente e mantidos neste blog, mesmo que contenham opinião contrária à emitida pelo mantenedor, salvo opiniões extremamente ofensivas, que serão expurgadas, ao critério exclusivo do blogueiro.
Não serão aceitas mensagens destinadas a propaganda comercial ou de serviços, sem que previamente consultado o responsável pelo blog.



sexta-feira, 14 de julho de 2017

JUDEUS NA ILHA DE SC e no BR



Relendo HEINRICH TRACHSLER, um suíço cujas impressões da nossa região, datadas de 1839, estão contidas na obra "Ilha de Santa Catarina, relato de viajantes estrangeiros nos séculos XVIII e XIX/Edits. da UFSC e Lunardelli/Fpolis-SC/1990, pág. 318, deparei-me com o seguinte trecho:

"A Ilha de Santa Catarina era destinada pelo governo real português a ser lugar de desterro a criminosos e judeus, como em geral o Brasil inteiro fora povoado desde os princípios do seu descobrimento e, em todas as províncias encontramos traços judeus, cuja procedência se desvenda à primeira vista. Contudo, com o passar do tempo, a religião de seus pais perdeu-se totalmente, visto que se integraram na religião católica-romana. Muitos nada conhecem de seus antepassados; em nenhuma nação é tão forte o ódio aos judeus como especialmente entre os brasileiros. Das fórmulas preferidas para injuriar, é o apelido de judeu o mais desprezível".

Nenhum comentário: