Perfil

Advogado - Nascido em 1949, na Ilha de SC/BR - Ateu - Adepto do Humanismo e da Ecologia - Residente em Ratones - Florianópolis/SC/BR

Mensagem aos leitores

Benvindo ao universo dos leitores do Izidoro.
Você está convidado a tecer comentários sobre as matérias postadas, os quais serão publicados automaticamente e mantidos neste blog, mesmo que contenham opinião contrária à emitida pelo mantenedor, salvo opiniões extremamente ofensivas, que serão expurgadas, ao critério exclusivo do blogueiro.
Não serão aceitas mensagens destinadas a propaganda comercial ou de serviços, sem que previamente consultado o responsável pelo blog.



sexta-feira, 13 de março de 2015

Se existissem, a quem atribuir maior maldade?


Na Bíblia, Deus matou 2,5 milhões de pessoas; e o Satanás, apenas 10



Satanás acabou com a vida 
dos filhos de Jó, e não há 
registro de outros homicídios 

De acordo com os relatos bíblicos, quem matou mais? Deus ou Satanás? 

Os crentes que leem na Bíblia apenas os trechos pinçados por pastores e padres devem achar que Satanás matou muito mais. Mas trata-se de um grande engano, na melhor das hipóteses, ou, na pior, de uma conveniência do tipo “me engana que eu gosto”. 

Satanás, ou a “coisa ruim”, como dizem os crentes, matou apenas dez pessoas; e Deus, a “coisa boa”, por assim dizer, acabou com a vida de cerca de 2,5 milhões. 

Principalmente no Velho Testamento, Deus se destaca com autor ou mandante de genocídios e assassinatos de homens, mulheres e crianças. 

Com perfil de psicopata, o deus dos cristãos é mil vezes mais perverso do que Satanás. Neste link há um apanhado da matança divina

Jó relata que Satanás matou os filhos de Jó, sete homens e três mulheres, além dos escravos. 

Os assassinatos ocorreram no controvertido episódio em que Satanás, em uma aposta com Deus, coloca a fé de Jó à prova. 

Deus permitiu que Satanás matasse os filhos de Jó, sem fazer nada para impedir, porque queria ganhar a aposta. O que é, no mínimo, estranho, porque Jeová, por ser onisciente, já sabia que seria o vencedor. 

Jeová pediu ao seu inimigo que poupasse a vida de Jó. Por isso, Satanás "apenas" feriu Jó “com chagas malignas desde a planta dos pés até o cume da cabeça” (Jó 1:7) 

Depois, Jó foi recompensado com a vida eterna, mas não teve de volta os filhos, os quais, provavelmente inocentes de qualquer pecado, morreram de forma horrenda, com corte de lâmina na garganta. Ou seja, sofreram os filhos e o pai por causa de uma disputa que poderia ser evitada; 

Conclusão: mesmo no episódio das mortes perpetradas pelo Satanás, o que se destaca é a perversidade incomparável de Jeová. 

Nomes e significados de Satanás 

Satanás (Satã) do hebraico שָטָן, acusador,


no grego koiné: Σατανάς Satanás ;


no aramaico צטנא,


em árabe شيطان) 


Adversário 

Zacarias 3:1;
Mateus 4:10;
Apocalipse 12:9 e 20:2 


Diabo 
Caluniador 

Mateus 4:1;
Efésios 4:27 



O Mal 
Intrinsecamente mal 


João 17:15;
I João 5:18,19 



Serpente 
Astúcia 


Gênesis 3:1,
2 Coríntios 11:3 



Dragão 
Força da Natureza 

Apocalipse 12:3,7,9 



Apoliom 
Destruidor 

Apocalipse 9:11 



Abadom 
Anjo do Abismo 

Apocalipse 9:11 



Inimigo 
Oponente 


I Pedro 5:8 



Acusador dos irmãos 
Opõe os crédulos a Deus 

Apocalipse 12:10 



Tentador 
Leva as pessoas ao pecado 

Mateus 4:3; 



Príncipe do mundo terreno 
Governante do sistema do mundo 

João 12:31 



Belzebu 
Chefe dos demônios 


Lucas 11:15 


Belial 
Merecimento/Maldade 

2 Coríntios 6:15 



Deus da era 
Controle da filosofia do mundo 


2 Coríntios 4:4 



Governante do Reino do Ar 
Controle daqueles que não creem 


Efésios 2:2 



Pai da Mentira 
Pervertedor das verdades 


João 8:44 



Assassino 
Leva as pessoas à morte eterna 


João 8:44 



Anjo da luz 
Lúcifer 


2 Coríntios 11:14 





Com informações da Bíblia de Jerusalém. 



Leia mais em http://www.paulopes.com.br

Nenhum comentário: